Segunda-Feira | 10 de Abril de 2017 | 14h32

Mobilidade urbana nas grandes cidades

"Ter um carro" é uma ideia que definitivamente está ficando para trás. A realidade enfrentada no trânsito, os danos ambientais e o lado financeiro são fatores que estão fazendo o brasileiro repensar sua mobilidade em diversas cidades do país, por isso, nesta semana, o Economia e  Negócios traz quatro empresas que visam atender essa demanda em um Brasil com os grandes centros cada vez mais congestionados.

Albert Salles, diretor comercial da Wappa, empresa empenhada na solução de mobilidade para corporações, explica que o aplicativo possibilita um maior controle e facilidade para seus colaboradores, principalmente na contenção de custos "Hoje o táxi se tornou uma ferramenta estratégica porque o colaborador chega mais rápido ao local desejado e não há despesas com estacionamento."  Mas, com o momento econômico em transição, o CEO da Movidas, Renato Franklin, outro convidado do programa, apimenta o debate, comprovando com números que a locação de automóveis faz muito sentido para quem pretende percorrer mais de 32 quilômetros por dia.

Já, Guilherme Spinace, head da Cabify Brasil, acredita na possível redução de custos para quem deixa o carro em casa, mas alerta que os executivos precisam pensar sempre em apresentar produtos com diferenciais competitivos e por isso faz um teste rigoroso frequentemente com seus parceiros, visando a melhor experiência possível. E é justamente com um diferencial tremendo e visando um público bem exigente que o francês, Charles Henry Calfat, fundou a Femitaxi, que busca evitar um grave problema recorrente nos grandes centros: o assédio sofrido pelas mulheres. No aplicativo, somente passageiras e taxistas do sexo feminino são aceitas, "A ideia não é criar polêmica mas criar um ambiente seguro. Sabemos que há diversos taxistas que pedem o celular das passageiras, passam cantadas ou até mesmo ficam olhando para as garotas pelo espelho retrovisor, mas com o Femitaxi, elas sentem se mais seguras e em um carro tranquilo e harmonioso."


O programa Economia e Negócios vai ao ar todas as segundas-feiras, às 22h, na Record News, com reprise aos sábados, às 23h15. A Record News é sintonizada pelos seguintes canais: 55 Vivo TV, 78 NET, 32 Oi TV, 14 Claro, 179 Sky e 134 GVT, além do 42 UHF.

Texto: César de Holanda

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.