Sexta-Feira | 7 de Abril de 2017 | 17h4

Nívea Maria, a rainha do horário das 18h, em papel duplo na obra de Manoel Carlos

 

Durante os anos em que a atriz Nívea Maria ficou casada com o diretor Herval Rossano, eles se transformaram na dupla que “mandava” no horário das 18 horas na TV Globo. Ele cuidava da direção geral e da escolha das adaptações que seriam levadas ao ar e Nívea era sempre a heroína das histórias.

 

E um dos maiores sucessos da dupla foi a novela “Maria, Maria”, uma adaptação livre de Manoel Carlos para o romance de Lindolfo Rocha que se chamava, originariamente, “Maria Dusá”, escrito no início do século passado.

 

Novamente Nívea Maria e Cláudio Cavalcanti defendiam os principais papéis, ele como o tropeiro Ricardo Valeriano e ela vivendo um papel duplo: a simplória Maria, vendida pelos pais em troca de mantimentos no sertão baiano, e a sofisticada e a ambiciosa Dusá que morava em um povoado a alguns quilômetros da outra.

 

Um desafio para Nívea Maria que soube como compor com muita tranqüilidade duas Marias de personalidades tão distintas. E esse foi um dos melhores trabalhos da atriz em toda a sua vasta carreira de muitos sucessos, a maior parte deles na TV Globo.

 

Destaque também para ótima adaptação do grande Manoel Carlos e para o esmero da direção e da produção da novela, ambas comandadas por Herval Rossano, que trouxeram uma superprodução para o horário das 18 horas da Globo.

 

Os fãs do filme “E o Vento Levou” viram na Maria Dusá de Nívea Maria uma perfeita reencarnação da Scarlett O’Hara, vivida e imortalizada por Vivien Leigh, no clássico do cinema norte-americano. O que prova mais uma vez o talento de Nívea que dominava as cenas da novela interpretando as duas Marias da história.

 

Uma das melhores novelas do horário das 18 horas da década de 70, e que ficou cinco meses no ar com uma audiência e uma repercussão bem superior a sua antecessora que foi “Sinhazinha Flô”.

 

No grande elenco, além de Nívea e Cláudio, destaques para Roberto Pirillo, Gilberto Martinho, Ana Ariel, Roberto Bonfim, Ísis Koschdoski, Emiliano Queiroz, Dorinha Duval, Patrícia Bueno, Haroldo de Oliveira, Felipe Wagner, Elisa Fernandes, Lafayette Galvão, Agnes Fontoura, Carlos Duval, Renato Restier, Lourdes Mayer, Antonio Patiño, Léa Garcia, Augusto Olímpio, Ary Coslov, Grande Otelo e Mário Gusmão.

Foto 1 -  A abertura da novela "Maria,Maria" que estreou em janeiro de 1978

Foto 2 - Nívea Maria vivia papel duplo na novela adaptada por Manoel Carlos

Foto 3 - Nívea Maria e Cláudio Cavalcanti, mais uma vez o par central eum uma novela das 18 horas

Foto 4 - Nívea e Ary Coslov em cena da novela que investiu nos cernários e figurinos

Foto 5 - Roberto Pirillo, Nívea e Ary Coslov em cena de "Maria, Maria" na TV Globo

Foto 6 - Roberto Bonfim e Cláudio Cavalcanti na novela dirigida por Herval Rossano

Foto 7 - Léa Garcia, Ísis Koschdoski e Nívea Maria em cena de "Maria, Maria"

 

 

 

 

 

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.