Sexta-Feira | 31 de Março de 2017 | 20h55

Concerto com Arthur Moreira Lima

Considerado uma das mais importantes personalidades da nossa cultura, Arthur Moreira Lima, desembarca no Tennis Country Club de Ribeirão Preto, no próximo sábado, dia 1 de abril, as 21 horas.

O pianista projetou-se internacionalmente no Concurso Chopin de Varsóvia, laureou-se também nos Concursos de Leeds (Inglaterra) e Tchaikovsky (Moscou). Desde então, Moreira Lima tem feito turnês em todos os continentes, lotando as principais salas de concertos do mundo. Evento imperdivel!

 

                 Concerto

Dia 1 de abril, as 21 horas ( sábado)

Tennis Country Club  de Ribeirão Preto

Endereço: R. Carlos Rateb Cury, 311 - Distrito de Bonfim Paulista, Ribeirão Preto

Telefone:(16) 3623-0505

Valor R$ 125,00 ( sócios e não sócios)

 

 

                   Compra de Ingresso

- Tennis Country – com Armando Codesido

  Endereço: RUA Carlos Rateb Cury, 311 - Distrito de Bonfim Paulista

Telefone:(16) 3623-0505

 

 

- Renata Calil Eventos e Viagens

  Endereço: Rua São José, 1766 - Jardim Sumare

  Telefone: (16) 3877-1750

 


Entre as orquestras e os regentes famosos com quem já se apresentou, estão as Filarmônicas de Leningrado, Moscou, Varsóvia, Sinfônicas de Berlim, Viena, Praga, BBC de Londres, National da França, sob a direção de Kurt Sanderling, KiriIl Kondrashin, Mariss Jansons, Serge Baudo, Jesus Lopez-Cobos, Sir Charles Groves, Vladimir Fedosseyev, Rudolf Barshai... 

A crítica mundial o considera extraordinário intérprete do grande repertório romântico e não tem poupado elogios à beleza da sua sonoridade e ao seu grande virtuosismo. A revista LA SUISSE chamou Moreira Lima "O Pelé do Piano", a crítica americana elegeu sua gravação dos Noturnos de Chopin "o mais importante registro pianístico do ano", e o famoso crítico londrino Dominic Gill do FINANCIAL TIMES escreveu "Moreira Lima sabe tudo sobre o piano romântico, fazendo seu instrumento falar". 

Nascido no Rio de Janeiro, Arthur Moreira Lima começou a estudar piano aos seis anos, e já aos nove tocava um concerto de Mozart com a Orquestra Sinfônica Brasileira. Seus mestres foram Lúcia Branco (Rio de Janeiro), Marguerite Long (Paris) e Rudolf Kehrer (Conservatório Tchaikovsky de Moscou). 

Em seu trabalho de resgate e difusão das raízes culturais brasileiras, Arthur Moreira Lima foi solista da primeira audição do Concerto n. 1 de Villa-Lobos no Japão, Rússia, Áustria e Alemanha. Foi também o pianista que fez reviver a obra de Ernesto Nazareth. Por seu trabalho discográfico no Brasil, recebeu por duas vezes consecutivas o Prêmio Sharp (1989 e 1990).

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.