Segunda-Feira | 13 de Março de 2017 | 11h37

Momento de sucessão familiar é o mais importante para uma empresa perene

César de Holanda

Segundo uma pesquisa do IBGE e Sebrae, 90% das empresas brasileiras são familiares. Isso significa que, mais cedo ou mais tarde, todas serão obrigadas a passar por um processo de sucessão familiar. Para debater os problemas e soluções que cercam este assunto, Fátima Turci recebe no Economia e Negócios da próxima segunda-feira (13/03/17), às 22h, na Record News, o empresário Paulo Conrad, da Restaura Jeans e o especialista em governança corporativa, Fernando Góes.

Com apenas 27 anos, Conrad é um exemplo de sucesso na passagem de bastão. Responsável pela empresa, fundada pelo pai, Flávio Conrad, na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, no início da década de 90, o jovem empresário acredita na sinergia das gerações e na disposição para compreender o negócio.

- Comecei com uma função no financeiro da empresa, depois passei por outros setores e quando chegou a hora de assumir o comando, eu estava mais preparado, porque eu já conhecia todos os detalhes. É evidente que meus propósitos profissionais estavam alinhados com os do meu pai e, o que percebo, em casos de fracasso, é que algumas pessoas ainda não se sentem preparadas ou não enxergam um real significado em prosseguir com a empresa.

Fernando Góes, sócio da Ockam Consulting e executivo por mais de 20 anos em gigantes como Citibank e BankBoston, corrobora a ideia do jovem empresário.

- O processo de sucessão pressupõe uma vontade muito grande do patriarca de preparar os seus sucessores. Talvez este seja o passo mais importante para uma empresa perene. Mas, o que percebo ao longo dos anos é que nem sempre o jovem está disposto a dar continuidade em uma área que nem sempre ele se interessa. Tanto é fato que somente 30% dos casos de sucessão apresentam um bom desfecho.

O programa Economia e Negócios vai ao ar todas às segundas-feiras, às 22h, na Record News, com reprise as quartas-feiras, às 00h15. A Record News é sintonizada pelos seguintes canais: 55 Vivo TV, 78 NET, 32 Oi TV, 14 Claro, 179 Sky e 134 GVT, além do 42 UHF.

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.