Quarta-Feira | 8 de Março de 2017 | 9h13

Visita ao Gaeco de Ribeirão Preto

Zacarias Pagnanelli e o jornalista e apresentador do Balanço Geral SP Interior, Rodrigo Pagliani, fizeram uma visita ao GAECO.

Rodrigo Pagliani, Frederico Francis Mellone de Camargo, Leonardo Leonel Romanelli, Zacarias Pagnanelli e Walter Manoel Alcausa Lopes
Divulgação

 

O Núcleo de Ribeirão Preto do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público (GAECO) está com reforços para apurações da Operação Sevandija, que apura o maior esquema de corrupção da cidade do interior paulista, um desvio no total de R$ 203 milhões nos cofres públicos.

Dedicados às funções investigativas, os promotores de Justiça Frederico Francis Mellone de Camargo e Walter Manoel Alcausa Lopes, titulares respectivamente da 3ª Promotoria de Justiça de Monte Alto e da 3ª Promotoria de Justiça de Matão, das quais permanecerão afastados, foram designados para integrar o GAECO de Ribeirão Preto no início de fevereiro, ao lado do 4º Promotor de Justiça de Bebedouro, Leonardo Leonel Romanelli, que continua também com exclusividade no Núcleo.

A ação penal movida contra a ex-prefeita, Darcy da Silva Vera, perante o Tribunal de Justiça de São Paulo, será investigada pelo GAECO. Com o fim de seu mandato, está encerrado o foro privilegiado a qual os chefes do executivo têm direito. A ex-prefeita deverá passar a ser processada pelo órgão, perante a 4ª Vara Criminal de Ribeirão.

 

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.