Quinta-Feira | 2 de Março de 2017 | 16h0

Economia e Negócios analisa mercado de motocicletas de luxo no Brasil

Fátima Turci entrevista o CEO da Ducati e o diretor da BMW Motos na próxima segunda-feira

A recente crise afeta diversos setores da economia brasileira e quem também sente esse tombo é o mercado de motocicletas, que apresentou uma retração de 28,5% nas vendas do último ano. O resultado pouco atrativo, no entanto, não abalou os investimentos de duas importantes marcas de modelos de luxo aqui no país, BMW e Ducati.

O porta voz da marca alemã, Federico Alvarez, afirma que aposta no Brasil e tal fato se comprova com a abertura de uma fábrica em Manaus, a única fora da Alemanha.

                               
Fátima Turci e Federico Alvarez
Crédito: Beatriz Quintas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- O Brasil está passando por um momento de crise, mas é um país gigante e com enorme potencial. Quando inauguramos a fábrica em Manaus, não esperamos um resultado a curto e médio, mas, sim, a longo prazo."

Com um crescimento de 27,5% no último ano, a empresa italiana Ducati continua acreditando no mercado nacional, mas não pretende instalar fábrica por aqui. Para o CEO da empresa, Diego Borghi, a decisão de continuar trabalhando somente com modelos de luxo está relacionada a preservação do DNA da empresa e a não abertura de uma fábrica está relacionada a questões estratégicas.

Fátima e Diego Borghi
Crédito: Beatriz Quintas


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- A Ducati preserva o seu DNA atuando somente com modelos diferenciados. Esta é nossa expertise. E, na verdade, não abrimos uma planta nesta região, mesmo que este assunto sempre seja discutido nas nossas reuniões, porque não temos volume suficiente que justifique esta implementação. Mas, no futuro, quem sabe?

Saiba mais no Economia e Negócios que vai ao ar nesta segunda-feira (06/03), às 22h, na Record News.

A Record News é sintonizada pelos seguintes canais: 55 Vivo TV, 78 NET, 32 Oi TV, 14 Claro, 179 Sky e 134 GVT, além do 42 UHF.

Texto - César de Holanda e Beatriz Santoro

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.