Quinta-Feira | 23 de Fevereiro de 2017 | 11h29

SESC PINHEIROS RECEBE ESTREIA DE QUARTO 19

 ADAPTAÇÃO DO CONTO DE DORIS LESSING, DIRIGIDA POR LEONARDO MOREIRA


 Monólogo de Amanda Lyra tem construção cênica inspirada em obras de artistas como Louise Bourgeois e Edward Hopper

 

 

Fotos de Cris Lyra

 

Em março, o Sesc Pinheiros recebe Quarto 19, espetáculo com direção de Leonardo Moreira. Com estreia no dia9 de março, o monólogo, concebido e encenado por Amanda Lyra, segue em temporada no Auditório da unidade,de quinta a domingo, às 20h30, até o dia 15 de abril.


A montagem é baseada no conto No Quarto Dezenove (To Room Nineteen), da escritora britânica Doris Lessing (1919-2013), Nobel de Literatura em 2007. Publicado originalmente em 1978, o conto apresenta Susan Rawlings, uma mulher em um caminho de auto-percepção e apreensão de seu “eu” autêntico. Os efeitos provocados pelo casamento burguês com Matthew, a fragmentação da identidade feminina daí resultante, a extenuante procura pelo significado da vida e a tensão entre o “eu social” e o “eu marginal” são tópicos evidenciados no dilema da personagem.

O enredo trata da independência feminina no mundo contemporâneo e sua identificação com os papeis sociais de mãe, esposa e organizadora do lar, representados aqui por uma personagem que, mesmo tendo conquistado o que poderia ser o ideal maternal, não encontra satisfação pessoal, buscando refúgio no silêncio, no “quarto nº 19”.

Ela está consciente de que é prisioneira de alguma coisa maior e, em seu discernimento embotado, passa a acreditar que está doente”, conta Amanda Lyra. “No entanto, vemos que o mal que a aflige está no âmago da sociedade, e não em algum lugar escondido das anomalias individuais. A personagem vive assim a luta silenciosa de muitas outras mulheres”, prossegue.

Além da narrativa de Lessing, a montagem é concebida com forte influência das artes visuais. Na pesquisa para construção do espetáculo, foram referências diretas no processo a escultora francesa Louise Bourgeois (1911-2010), com a série de pinturas e esculturas que refletem sua vida como mãe e esposa, Femme Maison; e o estadunidense Edward Hopper (1882-1967), através de suas pinturas.

SOBRE LEONARDO MOREIRA

Leonardo Moreira é dramaturgo e diretor da Companhia Hiato, de São Paulo. Mestre em Dramaturgia pela USP,estreou como autor e diretor com a peça Cachorro Morto (2008) e com o texto seguinte, Escuro, recebeu o Prêmio Shell 2011 de Melhor Autor. Com O Jardim recebeu 19 indicações aos principais prêmios do país e venceu o Prêmio Shell 2012 como Melhor Autor, além do Prêmio APCA 2012 de Melhor Direção, Prêmio Governador do Estado de São Paulo - Melhor Espetáculo, e Prêmio Cooperativa Paulista de Teatro - Melhor Autor e Melhor Espetáculo. Depois também escreve e dirige com a Cia. Hiato os espetáculos Ficção, indicado em três categorias (direção, ator e atriz) no prêmio Shell 2014, e o 2 Ficções, realizado em co-produção com o Kunstens Festival des Arts (Bruxelas, onde fez sua estreia mundial). Também são de sua autoria Bagagem (finalista do Prêmio Luso Brasileiro de Dramaturgia), Dois PássarosPrometheus- a tragédia do fogo (espetáculo selecionado a participar dos Festivais de Avignon e Edimburgo e indicado a três Prêmios Shell 2012, indicado a Melhor Autor Prêmio CPT 2012,) e Menor que o Mundo. Dirigiu o espetáculo O Silêncio Depois da Chuva (indicado a dois Prêmios Shell em 2012).

SOBRE AMANDA LYRA
Formada em atuação pela Escola de Arte Dramática da USP, idealizou, produziu e atuou nos espetáculos: Tragédia: uma tragédia, de Will Eno, com direção de Carolina Mendonça; Uma História Radicalmente Condensada da Vida Pós-Industrial, dirigido por Carolina Mendonça e com texto criado a partir do livro Breves Entrevistas com Homens Hediondos, de David Foster Wallace. Atuou nos espetáculos A Pior Banda do Mundo, da Cia. dos Outros e Mateus,10,do grupo Tablado de Arruar (Ganhador do Prêmio Shell 2012 de Melhor Autor). Fez assistência de direção e atuou para Leonardo Moreira no espetáculo O Jardim, da Cia Hiato, vencedor de Melhor Autor no prêmio Shell e Melhor Direção no Prêmio APCA. Também atuou nos espetáculos Êxtase, texto de Mike Leigh e direção de Mauro Baptista Vedia, que estreou no CCBB-SP, além deHá um Crocodilo Dentro de Mim, com direção de Silvana Garcia. Co-dirigiu, com Carolina Bianchi, o espetáculo Solos Impossíveis, da Cia. do Outros. Na TV, atuou na série deFDP (HBO),no telefilme A Performance, dirigido por Mauro Baptista Vedia e Luis Dantas e na série Agora Sim (do canal Sony).

SINOPSE
Quarto 19 conta a história de Susan, uma mulher de classe média, casada e mãe de três filhos. Após anos sem trabalhar fora, dedicada à criação dos filhos, ela espera o momento em que o mais novo entrará para a escola, quando finalmente terá algum tempo para si. Mas quando isso acontece, Susan não sente a liberdade que esperava. Fugindo da irritação doméstica e do ritmo familiar, ela então passa a alugar um quarto de hotel no centro da cidade, o quarto 19, onde passa todas as tardes, sem fazer nada.

A peça é construída a partir do conto homônimo da escritora britânica Doris Lessing, prêmio Nobel de Literatura em 2007.


SERVIÇO
Ficha Técnica:
Concepção e Atuação: Amanda Lyra
Direção: Leonardo Moreira
Preparação Corporal: Tarina Quelho
Iluminação e cenografia: Marisa Bentivegna
Fotos: Cris Lyra
Tradução: Amanda Lyra
Assessoria de imprensa: Pombo Correio
Produção: Aura Cunha | Elephante Produções Artísticas


QUARTO 19

De 9 de março a 15 de abril de 2017. Quinta a sábado, 20h30
(Não haverá espetáculo em 14 de abril)
Duração
: 80 minutos
Local: Auditório- 3º andar (98 lugares)
Ingressos: R$ 25,00 (inteira). R$ 12,50 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). R$ 7,50 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). Venda online a partir de 21/2, terça, às 16h30 e nas bilheterias da rede Sesc a partir de 22/2, quarta, às 17h30.
Classificação: Não recomendado para menores de 18 anos

SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195. 
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.
Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: Credenciados plenos no Sesc: R$ 12 nas três primeiras horas e R$ 2 a cada hora adicional. Não credenciados no Sesc: R$ 18,00 nas três primeiras horas e R$ 3 a cada hora adicional. 
Transporte Público: Metrô Faria Lima – 500m / Estação Pinheiros – 800m

Assessoria do espetáculo - Pombo Correio
Douglas Picchetti – (11) 9 9814-6911
Heloisa Cintra Castilho – (11) 994028732

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.