Segunda-Feira | 20 de Fevereiro de 2017 | 12h30

Comparei o salário de um Garçom nos E.U.A ao salário de uma Médica no Brasil, o resultado é triste

Por Júlia Contarelli

Me peguei outro dia pensando na injustiça dos salários de muitos brasileiros quando comparados ao de norte-americanos. Resolvi comparar dois casos próximos a mim, uma Ginecologista/Obstetra no Brasil que trabalha em três hospitais e um garçom que trabalha em um restaurante/bar nos Estados Unidos somente no turno da noite.

Foto por Flickr 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agora a parte interessante, a Médica Brasileira ganha em média por mês um total de 16 mil reais. Trabalhando de segunda a sexta das 7 a.m. às 7 p.m. Enquanto o Garçom, ganha por dia uma média de 130 dólares em gorjetas e 2,5 dólares por hora pago pelo restaurante, aproximadamente 9360 reais por mês.

Existem algumas diferenças nessas duas situações que são muito importantes. O salário da Doutora é controlado e mensal enquanto o salário do Garçom é baseado em gorjetas diárias.

Achei triste que o salário desse Garçom nos E.U.A., um trabalho temporário e sem treinamento profissional necessário; é maior do que a metade dos três salários somados, dessa Médica no Brasil.

Saber um pouco da história dos dois para chegar onde chegaram, deixa a situação ainda mais deprimente:

- A Doutora sempre sonhou em ser médica, desde pequeninha. Na época ela queria essa profissão para ajudar outros, queria salvar vidas. O tempo passou, ela entrou na escolinha e estudou muito. Era a nerd de todas as salas, a mais esforçada, não saia, não ia em festas, ela só estudava. Com 18 anos se formou em uma das melhores escolas particulares de São Paulo, o que custa bem caro convenhamos. Depois de dois anos em um cursinho, que também não foi nada barato, entrou em uma faculdade de Medicina. Já calculou o custo disso tudo? Não foi nada barato. Tudo isso para então, depois de seis anos, se formar como médica e com mais três anos de residência se especializar em Obstetrícia e Ginecologia.

- O Garçom na verdade é um universitário e esse emprego é temporário.

Eu amo o Brasil, a cultura, as pessoas, mas me mudei para o Texas, E.U.A. Muitos me perguntam o porquê e essa é definitivamente uma das milhões de razões.

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.