Quarta-Feira | 4 de Janeiro de 2017 | 15h29

A previdência social é um patrimônio do trabalhador

Crédito: Karina Lajusticia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Convidada do Cartão de Visita do próximo sábado (24/12/16), às 22h45, na Record News, a presidente da Associação Paulista dos fiscais da Receita Federal do Brasil, Sandra Tereza Paiva diz para a apresentadora Débora Santilli que a principal finalidade da previdência social é cuidar do trabalhador, provendo fontes de renda quando se perde a capacidade de exercer o trabalho.

- As arrecadações não podem ser usadas ao bel prazer deste ou daquele governo, tem que obedecer às finalidades que estão na constituição federal, pois a verba da previdência é fruto das contribuições feitas pelo trabalhador, portanto deve ser utilizada em prol dele.

O Cartão de Visita vai ao ar aos sábados, às 22h45, com reprise aos domingos, às 8h, sintonizada pelos canais: 55 Vivo TV, 78 Net, 32 Oi TV, 14 Claro, 179 Sky e 134 GVT, além do 42 UHF.

Texto: César de Holanda

comentar

últimos comentarios
Tem toda razão nossa colega quando diz que a previdência social é um patrimônio do trabalhador. Vou além , é uma questão de segurança nacional. Maior meio de distribuição de renda. Só falta o governo cumprir a parte dele. Repassando as contribuições que lhe é devida. Não é deficitária

Por: Maria Urânia da silva costa

De: Salvador Data e hora: 24/02/2017 - 11:54:14

A Previdência Social não é deficitária e sim, resultado de gestão equivocada dos dirigentes, onde parte dos recursos recebidos para o financiamento da Seguridade Social são utilizados para pagamento dos juros da dívida pública, sem contar ainda ,com a renúncia fiscal, através da desoneração da folha de pagamento, anistia e altíssimo índice de sonegação.

Por: Noir Siqueira Franco

De: São Paulo - SP Data e hora: 12/01/2017 - 15:06:01

Sandra, você conseguiu mostrar com clareza que a Previdência Social não está deficitária e o quanto o povo em geral irá sofrer com essa reforma pretendida pelo governo.

Por: Sônia Camargo Ferreira

De: Araraquara Data e hora: 10/01/2017 - 15:28:49

Me emocionei com a entrevista da Presidente da Apafisp, minha colega Sandra, e, como auditora fiscal aposentada, me senti muito bem representada pelo seu conhecimento, competência, sabedoria, postura, paixão e capacidade de expressar, com sincera emoção, as verdades veladas. Parabéns pra minha amada colega!???????

Por: ANA SILVIA DOS SANTOS

De: Sao Paulo Data e hora: 10/01/2017 - 12:22:10

Além de prejudicial ao trabalhador esta reforma ela é totalmente desnecessária, haja visto trabalho serio já desenvolvido por entidades competentes como a Anfip que desmistifica o chamado rombo da previdência anunciado pelo governo.

Por: Nilceu B Maciel

De: Piracicaba Data e hora: 10/01/2017 - 11:50:29

Nossa guerreira Sandra, meus parabéns pela dedicação e preocupação em salvar o Patrimônio do Trabalhador que se chama Previdência Social. Nós que somos oriundos da Fiscalização da Previdência Social sabemos que ela é superavitária, se não fosse o governo não teria como aplicaria a DRU- Desvinculação das Receitas do União. Essa desvinculação significa dizer que se retira 30% das receitas da Previdência Social, que eles dizem ser deficitária. Como tirar de um lugar, de uma conta, onde não existe valor, isto é, valor negativo. Aqui é a grande jogada para desmistificar o déficit da Previdência. Os banqueiros estão querendo abocanhar esse mercado lucrativo, com praticamente nada de retorno para o trabalhador.

Por: Cilesia Vargas

De: Pelotas, 10/01/2017 Data e hora: 10/01/2017 - 00:45:27

Por trás dessa reforma estão os grupos do sistema financeiro, a Previdência Social nunca foi deficitária, governos passados gastaram suas receitas, apesar de vinculadas, fazendo obras com promessas de repô-las, nunca o fez, e hoje utiliza apenas uma das receitas constitucionalmente garantidas para cobrir o sistema de seguridade, além de fazer desonerações, praticar perdões fiscais, DRU etc. se somar essas beneces com chapéu do trabalhador ao sistema ele é superavitário!

Por: Nilo Sérgio de Lima

De: Goiânia Data e hora: 09/01/2017 - 23:32:16

Clareza de raciocínio, riqueza de conteúdo.Mostrou claramente como os gestores deste país usam a Previdência Social

Por: Roberto

De: Vinhedo - SP Data e hora: 09/01/2017 - 22:54:32

Creio que o governo de forma geral, deveria ser mais enchuta, sem esses inúmeros comissionados, secretários e mordomias exorbitantes ... Isso sim da prejuízo e não a aposentadoria !!!

Por: Rodrigo

De: Campinas Data e hora: 09/01/2017 - 22:28:44

Parabens Sandra. Voce brilhantemente nos representou e disse exatamente o q milhoes de brasileiros pensam. Muito obrigada.

Por: Alice Helena Pasquetta Jantsk

De: Curitiba-pr Data e hora: 09/01/2017 - 21:35:50

O povo brasileiro já é muito massacrado por políticos sem coração. Esta reforma não será aprovada, no Congresso pois o povo não quer . O governo não deve utilizar os recursos da previdência para outros fins senão a grande força q o povo recebe!

Por: Vicente Francisco da Silva

De: Balneário Piçarras SC Data e hora: 08/01/2017 - 20:57:48

Parabéns à Sandra Tereza. Realmente não podemos falar em Reforma da Previdência sem antes fazermos uma auditoria completa nas contas do Fundo Previdenciario. Parece que o Governo não cumpre com os repasses de sua parte. Assim não há Fundo que resista e agora o Governo quer cobrar a conta do pobre trabalhador. Tenha dó.

Por: Paulo Sérgio

De: Campinas Data e hora: 08/01/2017 - 20:48:26

Nossa previdência não é deficitária e nem será se for gerida com responsabilidade e sem desvio da sua finalidade.

Por: NILCEU Bemvindo maciel

De: Piracicaba Data e hora: 08/01/2017 - 16:01:50

A previdência social, maior benefício do aposentado, contribui p sua velhise, está reforma vem contra os que já contribuíram e q tem o direito. Adquirido, não terei tempo p fazer QQ outra.

Por: Suzana Antonia Moysés Barboza

De: Rio de Janeiro Data e hora: 08/01/2017 - 15:02:17

A Previdência Social é o seguro social que o trabalhador paga visando os benefícios no futuro. Essa reforma que o Governo está propondo é injusta e prejudicial ao trabalhador.

Por: Maria do Carmo Matioli Delsin

De: Rio Claro _SP Data e hora: 08/01/2017 - 14:19:22

Parabéns Sandra Tereza Paiva! Há que se resistir a essa reforma da Previdência altamente injusta e desnecessária!

Por: Silvia

De: Curitiba Data e hora: 08/01/2017 - 13:40:08