Sábado | 10 de Dezembro de 2016 | 13h4

ETERNA MEMÓRIA - JOÃO JOSÉ POMPEO

 (02/03/1936 – 20/03/1991)

 

Um premiado ator dos palcos e das novelas

 

O paulista João José Pompeo decidiu ser ator com pouco mais de 20 anos de idade e se inscreveu na Escola de Arte Dramática de São Paulo, onde se formou no início da década de 60.

A primeira oportunidade veio na TV Tupi em 1963, e a partir daí, ele se tornou presença constante na telinha da TV, passando também pela TV Excelsior, TV Cultura e pela Rede Globo, totalizando mais de 20 novelas e minisséries.

O primeiro papel de destaque veio em “A Pequena Órfã” na TV Excelsior em 1968, quando viveu Nicolau e trabalhou ao lado da primeira mulher, a atriz Ruthinéa de Moraes, com quem teve a filha, também atriz, Silvia Pompeo.

A seguir ele se destacou em outras novelas de sucesso como “Os Estranhos” e “Dez Vidas” na TV Excelsior e voltou para a TV Tupi para chamar a atenção do público e da crítica especializada em “O Meu Pé de Laranja Lima”; “Signo da Esperança”; “Mulheres de Areia”; “O Machão” onde viveu o divertido Cornélio; “Ovelha Negra”; “Canção Para Isabel”; “Os Apóstolos de Judas” e “Éramos Seis”, onde também brilhou como o Virgulino, amigo e vizinho do seu Júlio.

Ao mesmo tempo em que brilhava na TV, principalmente com papeis com uma boa veia cômica, João José Pompeo foi construindo sua carreira premiada também no teatro, onde participou de várias peças de sucesso nas décadas de 70 e 80 como “O Avarento”; “Orquestra de Senhoritas”; “Volpone”; “A Dama de Copas e o Rei de Cubas”; “Rasga Coração”; “Morte Acidental de um Anarquista”; “Xandu Quaresma” e “O Amor do Não”.

No cinema, Pompeo participou de apenas dois filmes: “A Marcha” em 1972 e “Pixote, a Lei do Mais Fraco”, de Hector Babenco em 1981.

Na década de 80, depois do fechamento da TV Tupi, ele foi para a TV Globo onde fez a minissérie “Avenida Paulista” e participou do programa humorístico “Veja o Gordo”, além de gravar teleteatros e a minissérie “Paiol Velho” na TV Cultura.

Depois de se separar de Ruthineia de Moraes, Pompeo se casou com a também atriz Maria Vasco. Ele nos deixou muito cedo, com apenas 55 anos de idade, vitimado por um câncer em março de 1991.

 

 

Foto 1 - João José Pompeo em cena de "Signo da Esperança" de 1972 na TV Tupi

Foto 2 - O ator e Ney Latorraca na peça "Orquestra de Senhoritas", sucesso na década de 70

Foto 3 - Pompeo em cena de "O Machão" de 1974 onde viveu o engraçado Cornélio

Foto 4 - João José com Wanda Stefania e Francisco Di Franco na novela "Ovelha Negra"

Foto 5 - Em cena da novela "Éramos Seis", um grande sucesso da TV Tupi em 1977

Foto 6 - O ator foi um dos mais premiados na TV e no teatro nos anos 70

Foto 7 - João José Pompeu fez várias peças de teatro e mais de 20 novelas
comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.