Quinta-Feira | 27 de Outubro de 2016 | 9h24

O juiz de direito Luiz Mário Moutinho é o convidado da semana

"O direito pode resolver litígios, mas as relações interpessoais podem ser restauradas através de diálogos que são perdidos por causa da tecnologia"

O convidado de Débora Santilli, no Cartão de Visita do próximo sábado (29/10/16), é o juiz  de direito titular da 1ª Vara Cível de Pernambuco, Luiz Mário Moutinho.

Crédito: Karina Lajusticia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Professor de direito Civil e do Consumidor, Moutinho esclarece que a lentidão da justiça é relativa e acontece também ao redor do mundo. Para exemplificar a afirmação, o magistrado faz um comparativo amplo entre o judiciário brasileiro e o americano.

- Os números do judiciário precisam estar contextualizados. A corte americana julga pouco se compararmos com o Brasil. Em números redondos, temos aproximadamente 16 mil juízes para um número superior a 200 milhões de habitantes com uma diversidade cultural enorme. Em outros países, por exemplo, ir ao judiciário não é motivo de orgulho, enquanto, aqui, aliamos esta ideia a uma questão de cidadania.  

Durante o bate-papo, o pernambucano alega que as novas tecnologias acabam tornando a sociedade individualista e a capacidade de diálogo é perdida, dificultando a solução de problemas jurídicos.

- O juiz resolve o litígio, mas não o conflito. As pessoas chegam ao gabinete, damos uma sentença e elas saem de lá brigando do mesmo jeito. Não há uma restauração das relações, ou seja, as decisões dos juízes podem resolver e causar insatisfação ao mesmo tempo. A tecnologia também provoca isso.”

O Cartão de Visita vai ao ar aos sábados, às 22h45, com reprise aos domingos, às 8h, sintonizada pelos canais: 55 Vivo TV, 78 Net, 32 Oi TV, 14 Claro, 179 Sky e 134 GVT, além do 42 UHF.

Texto: César de Holanda

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.