Segunda-Feira | 17 de Outubro de 2016 | 7h14

Saiba que cuidados tomar com os pés após esforços do carnaval

Rainha da bateria da escola de samba União da Ilha no Rio de Janeiro, Bianca Leão disse que seguirá as dicas na avenida. (Foto: Vagner Souza)

Rainha da bateria da escola de samba União da Ilha no Rio de Janeiro, Bianca Leão disse que seguirá as dicas na avenida. (Foto: Vagner Souza)

 

Com a folia do carnaval chegando muita gente está cuidando do corpo para fazer bonito na avenida, ou nas praias. Outros pretendem seguir a maratona de blocos de rua, ou seguir trios elétricos por onde eles forem.

Mas para curtir a festa sem maiores problemas é extremamente importante que se tenha cuidados com a saúde antes e depois da curtição.

Depois da folia os cuidados devem ser redobrados, por conta do esforço feito por aqueles que aproveitam esse feriado. E as partes do corpo que mais sofrem com todo o desgaste gerado pelas festas, são os pés.

Uma sobrecarga mecânica acarreta danos muito desagradáveis e dolorosos aos que não cuidam dos pés de maneira adequada, que podem impedir a continuação da folia ou adiar o retorno às atividades diárias.

“É necessário usar meias adequadas, limpas e secas, para proteção da pele com relação ao calçado. Devemos manter os pés bem lavados e secos, especialmente entre os dedos, usar cremes hidratantes e ter as unhas aparadas para evitarmos inflamações no seu entorno”, indica o Dr. Marco Otani, ortopedista do Centro de Qualidade de Vida (CQV).

Outra medida para esses cuidados são compressas e banhos terapêuticos, que relaxam os músculos e os tecidos tensos, aumentando a circulação do sangue para o lugar tratado de maneira imediata, e aliviando dores causadas por espasmos, como cólicas e cãibras. “O uso terapêutico dessas antigas técnicas proporcionam melhoras rápidas, auxiliando ainda no combate de edemas e infecções”, diz Catharina Walzberg, autora do livro ‘Você pode ter saúde basta querer’ pela Barany Editora.

Colocar um tijolo nos pés da sua cama, deixando-a mais alta, favorece o retorno venoso e do sistema linfático, que proporciona uma diminuição do inchaço e uma sensação agradável de descanso no dia seguinte. “Uma dica para pessoas de meia idade, que vão ficar muito tempo em pé, é o uso de meias elásticas, aconselhadas por seu médico, o que fará com que evite o inchaço”, reforça Dr. Marco.

Abaixo, estão alguns exemplos terapêuticos do livro ‘Você pode ter saúde basta querer’, e receitas práticas para ajudar nos cuidados com os pés e com a circulação sanguínea:

- Escalda-pés alternado: Indicado no tratamento de pés frios crônicos e varizes, bem como em contusões e entorses após 48 horas; proporciona bom estímulo da circulação, por reeducar as artérias e veias a se dilatarem e contraírem alternadamente; útil para a eliminação de edemas; produz aquecimento geral do sangue, o que pode auxiliar no combate de infecções; proporciona alívio ao esforço do coração, por facilitar a circulação do sangue.

Encha um balde com água quente (39 a 40°C) e outro com água fria (15 a 19°C). Coloque os pés e as pernas na água quente por 3 a 4 minutos; em seguida, na água fria, por 1 minuto. Enquanto os pés estiverem na água fria, acrescente água fervente ao balde de água quente, para manter a temperatura inicial. Caso haja feridas expostas, convém usar chá de cavalinha ou carqueja para o banho quente, e medir cuidadosamente a temperatura, que nestes casos não deve passar de 38°C, para evitar queimaduras na pele sensível. Alterne 5 vezes, terminando com a aplicação fria. Mantenha repouso de 15 a 20 minutos.

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.