Quinta-Feira | 15 de Setembro de 2016 | 0h19

Adeus busão: Yamaha apresenta nova Neo 125

Fotos: Mários Vilaescusa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Primeiras Impressões

Em evento realizado no Restaurante Bossa na Alameda Lorena, a Yamaha apresentou a pequeno grupo de jornalistas mais um lançamento 2016.

Trata-se de um scooter que pelo preço de R$ 7.990,00 e seguro Mapfre a R$ 600 sem análise de perfil para o Brasil todo, se coloca como um produto de entrada na categoria scooter, MAS...fiquei sinceramente admirado com a qualidade do acabamento que remete a algo superior, especialmente as manoplas, botões de acionamento e exceção para a falta de tampas ou tampinhas de borracha no assoalho.

É um belo scooter, achei bonito, invocado, a traseira me lembrou as esportivas da Yamaha, mas a frente que achei linda, me lembrou a Kawasaki Z1000.

Foi muito inteligente e honesto a Yamaha realizar o lançamento de um scooter de 125cc no centro de São Paulo.

Explico: inteligente porque nada melhor que colocar o formador de opinião para avaliar um produto no caótico trânsito de São Paulo com um “Game Ride”, onde os jornalistas tinham que percorrer ponto a ponto (Starbucks na Berrini, Biblioteca na USP, brincar de skate no Ibirapuera e por fim Vila Madalena para grafitar um capacete). Nesse itinerário, com um trânsito intenso, pude avaliar o conjunto. Honesto porque o recado é de que se trata de um produto para uso urbano, ou seja, nada de vender sonho de liberdade em rodovia, fora do seu habitat. Aqui o sonho de liberdade é se ver livre do caro e péssimo transporte público e com baixíssimo consumo de combustível, ganhando mobilidade nos grandes centros urbanos.  

A Neo, apesar de scooter ser do gênero masculino, sempre tratamos no feminino, sobra na cidade.

Esse scooter não tenho dúvida vai conquistar tanto o público masculino quanto o feminino, todavia, acredito que o maior público será o feminino.

As mulheres estão cada vez mais no mundo de duas rodas, são bem mais cautelosas que os homens e a NEO é extremamente leve, apenas 96kg em ordem de marcha, ou seja, com todos os fluídos e tanque cheio. A altura do banco é baixa, uma mocinha baixinha de 1,55 de altura vai ter total desenvoltura nesse scooter, por outro lado, uma mulher mais alta com 1,75 de altura não vai se sentir desconfortável, a ergonomia é muito boa, o banco é confortável, os botões de punho estão todos nos lugares, as pernas bem posicionadas e a pilotagem fica intuitiva e em momento algum sente-se falta de mais motor ou buraco no escalonamento do CVT.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A NEO é esperta o tempo todo, desde a saída, o piloto já nota a inexistência de “delay” na aceleração e a disposição do motor desde as baixas rotações até as mais altas.

Vibração? É uma heresia se alguém falar que esse scooter vibra.

Ágil, muda fácil e rapidamente de direção, a suspensão está bem equilibrada, ao menos para este que vos escreve com 77kg, só dei final de curso, propositadamente em uma valeta, nas ondulações e buracos que passei em velocidade de 50, 60, 70km/h o equilíbrio, a maciez do conjunto sempre deixou o scooter na mão e as rodas de 14 polegadas somadas aos excelentes pneus  Metzeler sem câmera fazem a diferença.

Na hora de parar o sistema de frenagem corresponde bem, especialmente o manete esquerdo que aciona o freio traseiro e 30% do dianteiro, usando só o dianteiro achei um pouco borrachudo.

No ziguezagueando necessário no trânsito, o piloto usa o freio traseiro para estabilizar o veículo de duas rodas e é mais fácil que não haja transferência de peso para a dianteira, já que com isso você perde agilidade. Nos scooter´s isso é pouco sentido, mas na NEO você sente um pouco mais, pela leveza do conjunto e uma proporção dianteira/traseira que deve ser 40-60%. Mas é uma opinião bem pessoal.

Todos sabem o que penso do sistema combinado de frenagem, leia aqui, e na minha opinião, a Yamaha daria o pulo do gato se oferecesse o sistema ABS idêntico ao da NMax, mesmo que o custo fosse um pouco maior, já que com a saída da concorrente Lead de linha, apesar do fabricante negar, a NEO será, por enquanto, o produto mais barato, oferecendo mais em relação em relação a outros produtos de entrada como Biz (que não é sccooter e não tem CVT) e Burgman.

No belo painel a função ECO avisa quando você está na pilotagem econômica, tem marcador de combustível para um tanque de míseros 4,2 litros de combustível. Se a tocada for boa e conseguir 40km/l, você conseguirá rodar 168km. Minha esposa levaria 21 dias para abastecer esse scooter, já que roda 8 km por dia para ir e volta do trabalho, ou seja, em uma conta rápida, gastaria cerca de R$ 16 reais por mês. Se fizesse o mesmo trajeto de ônibus, gastaria nos mesmos 21 dias, R$ 159,60, isso mesmo cento e cinquenta e nove reais e sessenta centavos. Por ano, esta diferença chega a R$ 1.723,20, é uma grana razoável e paga 1/5 da NEO com o Seguro.

Outro item que achei muito interessante, foi o cavalete lateral desligar o motor.

Por fim, será um sucesso de venda e recomendo o produto especialmente as mulheres que não aguentam mais o péssimo e caro transporte público, isso quando não é desrespeitada dentro do busão ou do trem. Com top case, para guardar o capacete, já que embaixo do banco só cabe 14 litros e não cabe um capacete fechado, mas é possível levar bolsa, sapato, maquiagem, etc...Ah!!!! ia esquecendo e no painel frontal um inteligente gancho, próprio para pendurar aquela sacolinha de mercado e porta trecos.

Pausa na pilotagem para visita a Biblioteca da USP e ganhar um livro com pontos turístico de São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia o release de apresentação da Yamaha

Praticidade do câmbio automático CVT, Segurança com Freio UBS e Tranquilidade da Assistência GRATUITA 24 horas YAMAHA. Sua vida vai ficar D+

Dê uma olhada na NOVA NEO 125 aí em cima. Sobra estilo, não é? Foi pensando em oferecer um produto diferenciado para o mercado brasileiro que a Yamaha traz de volta a Neo, mas agora com outra cara, um novo motor, enfim, uma outra Neo, a NOVA NEO - uma união de design, praticidade, agilidade e economia. Público Se pelas ruas já é muito comum as tradicionais “street”, a Yamaha enxerga que o primeiro usuário de “duas rodas” vai encontrar na NOVA NEO 125 toda a facilidade do câmbio automático CVT e segurança de pilotagem necessárias para sua estreia nesse tipo de veículo. Há um outro público também com característica própria, que muitas vezes já possui um automóvel, e sente falta de um veículo para um deslocamento urbano rápido e eficiente. É aí que se encaixa em parte o público duas rodas da NMAX e agora da NOVA NEO 125. Somadas as quatro rodas do carro, esse segmento é chamado de público de “seis rodas” pela Yamaha.

Não dá para deixar de lado também os proprietários de motocicletas de maior cilindrada, que vão encontrar na NOVA NEO 125, um veículo prático para o uso diário e para o deslocamento pelas vias urbanas. O público feminino também vai se sentir muito à vontade ao pilotar a NOVA NEO 125. Ela é prática com seus porta objetos e alça para sacola e bolsa, é compacta, leve e com 775 mm de altura de assento - o que permite um fácil alcance do solo. A base de suporte para os pés e o câmbio automático CVT, que não requer troca de marchas, transmitem segurança, e de quebra protegem os sapatos.

Conforto e Segurança O conforto e segurança podem ser sentidos já desde o start - com o sistema de partida elétrico, até o momento de parada - com o descanso lateral auto-stop, que desliga automaticamente a NOVA NEO 125 no momento em que é acionado. Nos deslocamentos, a NOVA NEO 125 tem o equilíbrio ideal para ser utilizada tanto em grandes centros urbanos quanto em pequenas cidades. O chassi foi elaborado para oferecer resistência, leveza e baixo centro de gravidade, possibilitando grande estabilidade em sua condução. A junção das rodas de 14 polegadas com pneus largos Metzeler Feel Free Front (traseiro 90/80 sem câmara e dianteiro 80/80 sem câmara) e transmissão CVT totalmente automática, fazem da NOVA NEO 125 uma das pilotagens mais confortáveis do segmento.

Suspensão Além da transmissão automática CVT e rodas de 14 polegadas, o conforto na pilotagem da NOVA NEO 125 também é proporcionado pela suspensão de garfo telescópico dianteiro com curso de 90mm e a suspensão traseira com curso de 80mm.

Faróis em Led Segurança foi um item essencial no desenvolvimento da NOVA NEO 125, a começar pela escolha dos faróis. A nova iluminação em LED, além de oferecer mais estilo, proporciona mais segurança devido a incrível visibilidade que oferece nas vias de baixa luminosidade. São 3 faróis em LED disponíveis: dois em baixo, e um em alto.

Freios UBS A segurança nas frenagens é proporcionada não só pelo disco de freio dianteiro (200 mm) e pelo freio a tambor traseiro (130 mm), mas também pelo exclusivo sistema Yamaha UBS (Unified Brake System). O UBS distribui as frenagens dianteira e traseira em um único acionamento do manete esquerdo (freio traseiro). Esse sistema permite mais estabilidade e eficiência na frenagem.

Painel com função ECO No painel estão as principais funções: velocímetro analógico, hodômetro total, marcador do nível de combustível e a função ECO, que indica o momento de pilotagem mais econômica

Corpo leve (92kg seco/ 96kg em ordem de marcha) e novo motor de 125cc Em uma perfeita combinação de desempenho e eficiência, o motor da NOVA NEO 125, de quatro tempos, injeção eletrônica e 125cc, desenvolve potência de 9,8cv a 8000rpm e torque máximo de 0,98kgf.m a 5.500 rpm. Esses números somados a leveza da NOVA NEO 125 – (peso em ordem de marcha 96kg ) – proporcionam uma pilotagem extremamente ágil, retomadas eficientes e fáceis mudanças de direção - algo muito necessário no trânsito urbano

Motor mais econômico e eficiente A NOVA NEO 125 é equipada com a nova geração de motores compactos com eficiência e economia de combustível, que atende todos os parâmetros brasileiros atuais de emissão de poluentes. Para atingir essa equação, os engenheiros da Yamaha se concentraram em reduzir as perdas de potência, com a aplicação de tecnologias avançadas, como a melhoria da eficiência na queima da mistura Ar/Combustível e arrefecimento do motor.

DIaSIL A tecnologia DiAsil (Die cast Aluminum silicon) foi um dos elementos usados em busca da leveza e eficiência. Essa nova composição de material criada pela Yamaha - fundição do alumínio com silício – além de leve, proporciona ótima dissipação térmica e resistência mecânica, o que reduz o desgaste do cilindro e aumenta a vida útil do motor.

Porta objetos de 14l: Embaixo do banco da NOVA NEO 125, há espaço para um capacete jet type. O compartimento pode ser aberto com um simples toque na chave de ignição. Assistência GRATUITA 24 horas YAMAHA Uma grande novidade no mercado da família Scooter: na compra da NOVA NEO 125, o cliente leva a Assistência Gratuita 24 horas YAMAHA. A cobertura garante, pelo período de 12 meses, serviços como: reboque, socorro mecânico, chaveiro, troca de pneus, pane seca, hospedagem, taxi e despachante. Além disso, oferece a possibilidade de renovação após esse período. Características Assistência 24 Horas YAMAHA: · Empresa Brasil Assistência - empresa do grupo segurador Mapfre · Cobertura Território Nacional · Período 12 meses a contar data da nota fiscal de venda do CCY para cliente · Telefone 0800 exclusivo Yamaha · Possibilidade de renovação por conta do cliente

Revisão Preço Fixo YAMAHA A NOVA NEO 125 conta também com a exclusiva Revisão Preço Fixo Yamaha, na qual o cliente sabe exatamente quanto pagará desde a primeira até a sétima revisão (até os 30.000 quilômetros).

A NOVA NEO 125 será produzida em três versões de cores: Magma Red (Vermelho Metálico), Branco Cristal (Branco Metálico) e Matt Grey (Cinza Fosco); e estará disponível nos Concessionários Yamaha a partir da segunda quinzena de Outubro. O preço sugerido é de R$ 7.990,00 + frete.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

André Garcia usa e recomenda equipamentos Riffel: 

 

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.