Terça-Feira | 16 de Agosto de 2016 | 10h20

HIPISMO: Brasil passa para a final em 1 lugar junto com Alemanha, EUA e Holanda

As finais nesta quarta-feira começam às 10h, no Centro Olimpico de Hipismo, em Deodoro

No segundo dia de provas da modalidade saltos, em Deodoro, todos os conjuntos saltaram por equipe e individual. Com três percursos sem faltas, de Doda Miranda, Pedro Veniss e Eduardo Menezes, o Brasil chega para a disputa da final por equipes, nesta quarta-feira (17/08), em primeiro lugar. Alemanha, Estados Unidos e Holanda também ficaram com o mesmo resultado, deixando as quatro equipes empatadas na primeira colocação. Na competição individual, Doda e Pedro seguem com duas provas limpas, na primeira posição do ranking. Stephan Barcha, que havia zerado o primeiro percurso e fez duas faltas nesta terça, foi desclassificado devido a um leve sangramento no cavalo.

Abrindo a pista para a equipe do Brasil, Eduardo Menezes, montando Quintol, sentiu mais uma vez o calor do púbico, com muitas palmas. Ao fechar a prova sem faltas, o cavaleiro deixou a arena ovacionado pela torcida. "Consegui corrigir alguns detalhes que eu queria mudar, vi o vídeo da prova com o George Morris e conseguimos alinhar, com a ajuda também dos outros cavaleiros. E hoje foi tudo certo, fechei a prova com zero faltas, sentindo o cavalo muito bem. O barulho da torcida, para nós, brasileiros, só ajuda. Cada grito que escuto aqui é uma injeção de ânimo, eles estão aqui para nos apoiar, então usamos isso como uma vantagem em relação aos outros cavaleiros", define Eduardo Menezes. No ranking individual, o cavaleiro segue com quatro pontos perdidos, em 15º, empatado com outros 10 competidores.

Stephan Barcha veio em seguida, com o seu LandPeter do Feroleto, e cometeu duas faltas, somando oito pontos perdidos na competição. "O cavalo saltou muito bem, como sempre. Mas acabei tocando em um obstáculo e depois na faixa do rio. Acontece, no nosso esporte só temos uma chance. No primeiro dia fiz zero, hoje fiz oito, faz parte. O percurso estava muito bem armado, um nível técnico muito alto, muito agradável de saltar, nível olímpico mesmo", comentou o cavaleiro. Stephan não volta para a disputa das próximas etapas da competição. Durante o percurso, a espora acabou fazendo um leve machucado em seu cavalo e o conjunto foi desclassificado.

O veterinário da Confederação Brasileira, Rogério Saito, explica a desclassificação do cavaleiro Stephan Barcha e seu cavalo, LandPeter do Feroleto. "O Stephan usou a espora durante a prova, em algum momento da pista que ele achou que precisasse fazer, e pegou na barriga do cavalo, fazendo um corte mínimo. Mas a comissão técnica entende que qualquer coisa nessa região elimina o conjunto. Não foi nada contra o cavalo, mas em algum momento da prova que o Stephan precisou de um pouco mais de força, ele usou a espora e acabou ocasionando o ferimento".

Doda Miranda, montando Cornetto K, mais uma vez, zerou o percurso e se manteve entre os líderes da disputa. O cavaleiro se sentiu muito bem no percurso e destaca o desempenho do cavalo. "Fiquei muito satisfeito com o meu resultado especialmente por ser o segundo dia, pelo calor que está fazendo. E agora é continuar o foco para conseguir fazer mais provas como hoje, bons resultados. Meu cavalo tem muita energia, então ele se adaptou bem, ficou bem disposto", explicou Doda Miranda, que na disputa individual segue com zero pontos perdidos, na primeira colocação.


Um dos últimos a saltar nesta terça-feira, Pedro Veniss, com o seu Quabri de L’isle, mais uma vez fechou a prova com zero pontos perdidos. O cavaleiro que já esteve na arena de Deodoro nos Jogos Pan-Americanos de 2007, e conquistou a medalha de ouro por equipe, destaca o carinho da torcida com os brasileiros. "É o tipo de coisa que fica guardado para o resto da vida, eu falei para os meus companheiros de equipe, que era uma energia positiva incrível, parece que está todo mundo aqui te ajudando. A nossa ideia é repetir o que fizemos hoje aqui, três zeros, e aí estamos na briga. Outras equipes, que já esperávamos, também fizeram o resultado, então temos que continuar na briga", comenta o cavaleiro. Sem pontos perdidos até o momento, Pedro também segue em primeiro lugar na competição individual.

Entenda a prova:
- Terça (16) >> Rodada que conta pontos para as disputas individual e, agora também, por equipes. Após a disputa do dia, os 45 melhores conjuntos avançam para a quarta-feira, além de atletas das equipes classificadas, que ficaram entre o 60º e o 75º lugar. Na disputa por equipes, os 8 melhores se classificam.

- Quarta (17) >> Após a prova do dia os 35 melhores conjuntos (pontos combinados) avançam no individual. Para a prova por equipe, soma-se os pontos de terça e de quarta, armando então o pódio. Se duas ou mais equipes estiverem empatadas, haverá prova de desempate (jump-off).

- Sexta (19) >> Os 35 melhores da quarta-feira (respeitando um máximo de 3 conjuntos por país) disputam o round A da final individual. Os 20 melhores da prova se classificam para a final B. O ranking combinado das disputas finais A e B definirá a colocação final da disputa individual.

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.