Sexta-Feira | 29 de Abril de 2016 | 22h16

O Brasil é do Forró?

Boa semana amigos da música! Inspirado e até intrigado pelo grande sucesso do mais novo artista mais bem pago do showbis, Wesley Safadão resolvi falar um pouquinho sobre este, que atualmente deve ser o ritmo mais difundido do país.

Alguns historiadores citam o surgimento do Forró em meados do séc.XIX, mas foi apenas na segunda metade da década de 1940, que este se sagrou como estilo regional nordestino de grande sucesso para todo o Brasil através da obra incontestável do mestre Luiz Gonzaga, o Gonzagão (1912-1989).

Muitas são as opiniões sobre a origem do nome, e alguns estudiosos dizem que provém do inglês, For All .  Particularmente, prefiro a definição de Câmara Cascudo, que atribui o nome à derivação da palavra Forrobodó, que é uma gíria regional para dança, festa e arrasta-pé.

Sabendo disso, fica fácil imaginar a transição da forma portuguesa de se tocar a sanfona para os frenéticos abre e fecha do fole, dando o ar mais “sacana” e dançante, criando o Forró como conhecemos hoje. Forró que conhecemos hoje? Luiz Gonzaga? Dominguinhos? ... Não, o que vivemos hoje não tem muito a ver com isso. Novas tendências como as grandes bandas de um novo forró mega produzido e ultra divulgado estourou em todo país. Bandas como Calypso, Calcinha Preta, Aviões do forró entre outras foram base para o ritmo moderno de agora.

Depois do grande êxodo nordestino das décadas consecutivas de 60, 70, 80, 90 e 00, ficou fácil alastrar um estilo que até então era confinado apenas em uma das regiões do nosso país. Se esse fenômeno acontecesse em outra região, seria mais ou menos como se o Brasil inteiro estivesse ouvindo e cantando as músicas do Gaúcho da Fronteira.

É evidente que o sucesso pungente destes novos artistas tem raíz nessa grande migração nordestina, não somente para o Sudeste, mas para quase todas as régios do Brasil. O Império da música nordestina atingiu o território nacional de maneira irreversível com os grandes mestres sanfoneiros e instrumentistas, mas somente nos últimos 15 anos é que tem se tornado um estilo a altura do outro estilo mais executado por todo país, que é o estilo sertanejo. Incrivelmente estes estilos não se chocaram e hoje se juntam formando uma só tribo... e esta é a tribo mais bem sucedida da história da indústria de vendagem de shows no Brasil.

Sejam bem vindos ... este é o novo país do Forró!!!

 

 

 

 

 

 

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.