Colunistas - Godi Júnior

Controversas do Timão

27 de Junho de 2013

Em 1982, o Corinthians não era apenas um clube que se preocupava com o futebol, mas sim uma entidade que lutava pelos direitos sociais e reivindicava a democracia no Brasil em plena ditadura militar. Liderado pelos ex-jogadores Sócrates, Casagrande, Wladimir, Zé Maria, Biro-Biro, Zenon, entre outros, esses grandes nomes fizeram deste clube popular uma das mais belas histórias, originando na Democracia Corinthiana.

Infelizmente, no dias atuais, o clube se beneficia do dinheiro do governo e da população, que deveria ser empregado em melhorias nos hospitais, escolas, saneamento básico e segurança pública para a construção do seu estádio. O que estaria acontecendo com o time do povo? E o que vão fazer com a história?

Sócrates com a equipe do Corinthians de 1982 - época da Democracia Corinthiana 
Foto: Divulgação
Comentários
Programa Compartilha Brasil