Quinta-Feira | 3 de Dezembro de 2015 | 20h38

Curso Técnico em Agronegócio do SENAR alia conhecimento e prática

O diferencial é valorizado pelos alunos

Alunos do Curso Técnico em Agronegócio do SENAR, Chapadinha (Ma)

 

Aos 22 anos, Joseane Rodrigues é uma jovem  que não gosta de perder tempo e já acumula uma boa bagagem para atuar com sucesso na profissão que escolheu. Está quase concluindo o  curso  superior de Agronomia, depois de ter passado um ano como bolsista de Engenharia Agroambiental na Espanha. Mas ela se ressentia da falta de experiência prática e  buscou o Curso Técnico em Agronegócio da Rede e-Tec Brasil no SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) para preencher essa lacuna em sua formação.

Joseane foi uma das aprovadas no último processo seletivo, realizado em julho pelo SENAR e  é aluna do  Polo de Chapadinha, no Maranhão. “Esse curso oferecido pelo SENAR tem ampliado muito minha visão sobre o setor tão importante para a economia do país, porque permite que a gente possa aprofundar os conhecimentos e também aplicá-los de forma prática”.

Joseane Rodrigues, aluna do polo de Chapadinha (MA)

 

Para Joseane, o aspecto funcional do curso do SENAR não se restringe às aulas presenciais e visitas técnicas a fazendas e agroindústrias, que ocupam vinte por cento do programa - oitenta por cento das aulas são na modalidade a distância. A aluna enfatiza, principalmente, a associação do conhecimento técnico à prática e o conteúdo do curso, inteiramente voltado para a realidade  do campo.

“O que é mais importante nesse curso do SENAR é que a gente aprende realmente como usar o conhecimento no dia a dia de uma fazenda. Por exemplo, até os exercícios de Matemática Básica e Financeira são baseados em problemas que se aplicam ao meio rural. Tudo é abordado em profundidade”.

 

 

 

Alta qualidade

 

Aula prática no polo de Balsas (MA).

 

 

 

 

Todos os conteúdos do curso ficam disponibilizados no portal da rede,  http://etec.senar.org.br/. As aulas presenciais são realizadas nos 43  polos de apoio, instalados atualmente em 15 estados (Alagoas, Amazonas, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins), além do Distrito Federal.

No Maranhão, onde a rede já conta com polos em Chapadinha, Balsas e Colinas, o Curso Técnico em Agronegócio do SENAR vem despertando um interesse cada vez maior entre estudantes, profissionais do setor agropecuário e mesmo de outras áreas. “Há uma grande mobilização em torno do curso, muita gente nos procurando, querendo saber quando haverá uma seleção para  novas turmas”- conta a pedagoga Thaysa Michele Correa, coordenadora da rede no estado.

Muito dessa repercussão, segundo Thaysa, se deve ao excelente conceito alcançado pelo curso do SENAR junto aos próprios alunos. “A maioria dos nossos alunos no Maranhão está  na universidade ou já tem curso superior, e todos são unânimes em dizer que estamos oferecendo um ensino de nível muito elevado. Me sinto privilegiada em participar dessa estreia do SENAR na educação formal”.

Alunos do polo de Colinas (MA).

 

 

Com larga experiência acumulada ao longo de  23 anos atuando na formação profissional rural, o SENAR enfrenta agora o desafio de levar ao campo o ensino de nível técnico. E, pela opinião de alunos como Joseane, com o mesmo padrão de qualidade de  ensino por que é reconhecido. “O curso é de alta qualidade em todos os aspectos e está superando nossa expectativa. Foi uma excelente iniciativa do SENAR”.

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.