Sexta-Feira | 25 de Setembro de 2015 | 11h37

Em tempos de dólar alto, dicas de como economizar em viagens ao exterior

 

Esta semana o dólar comercial ultrapassou a marca dos R$4 e atingiu a maior cotação na história do real, deixando apreensivo quem está programando uma viagem ao exterior. Com esta brutal desvalorização, hoje, para fazer o mesmo passeio que faria no início do ano, o brasileiro terá de desembolsar 50% a mais. Pra quem já está de malas prontas, seguem algumas dicas de como economizar, sem deixar de se divertir!

 

A primeira delas refere-se à compras das passagens. Com a elevação nas taxas de câmbio, diariamente, observamos companhias aéreas reduzindo as tarifas e ostentando ofertas inacreditáveis para voos internacionais.  Ficar atento e manter cadastro nos sites de promoção, é imprescindível para poupar desde o planejamento.

 

Se você não tiver algumas verdinhas debaixo do colchão, na hora da aquisição da moeda, uma vez que o dólar turismo não tem uma cotação oficial, vale a pena pesquisar! Pergunte sempre pelo valor final, pois além do preço, as tarifas também variam conforme o vendedor. Se dispuser de mais tempo até a viagem, é aconselhável  adquirir aos poucos, aproveitando os dias de queda.

 

Espécie, pré-pago ou cartão de crédito? Dinheiro em espécie, atualmente, é a opção mais vantajosa, já que a alíquota de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) é menor, 0,38%. Os Travel Money - cartões pré-pagos – são a segunda melhor escolha, pois, apesar do IOF de 6,38%, travam a cotação no momento do contrato e oferecem maior segurança em relação à perda ou roubo. Ao comprar nas funções de crédito ou débito, além do mesmo IOF de 6,38%, você ficará sujeito à variação cambial, dado que o preço da moeda será o do fechamento da fatura. Leia-se: desconhecido! E nestes tempos de mercado nervoso, é bastante provável que você também fique nervoso quando o tal dia chegar.

 

Na escolha da hospedagem, pra não abrir mão do conforto, aposte na criatividade! Hoje em dia, além dos sites convencionais de reservas, você conta com opções como Priceline ou Hotwire, que funcionam como um leilão: você define o quanto quer pagar pela estadia,  a região onde vai se hospedar, o padrão do hotel (número de estrelas) e as datas. O resultado aparece imediatamente, informando se algum estabelecimento acatou o seu lance. Muitas das vezes, os descontos chegam a 60% na comparação com demais sites de busca. Obviamente, os abatimentos variam de acordo com a demanda para o local e o período eleitos. Só tenha em mente que, após dado o lance, você não poderá desistir.

 

Pra quem viaja com a família ou vai ficar mais tempo numa mesma cidade, uma possibilidade interessante é o aluguel de casas ou apartamentos.  Em páginas como Alugue Temporada e Airbnb, você encontrará de simpáticos flats até incríveis mansões de frente para o mar.  Se optar pelo habitual, outra boa notícia é que os hotéis aqui na Flórida costumam ter preços acessíveis. Com menos de $100 dólares/dia você encontra algumas boas opções três estrelas, especialmente em Orlando.

 

Como para muita gente a alimentação é a parcela mais importante da jornada, que tal comer bem pagando pouco? Sim, aqui na região você encontra muitas alternativas afora os conhecidos americans fast foods. Com exceção de alguns restaurantes mais refinados, no geral, os pratos são exageradamente bem servidos. É recomendável dar aquela olhadinha nas mesas vizinhas antes de pedir. Você vai perceber que, frequentemente, é possível dividir um único prato com uma ou até com duas pessoas. Vale lembrar ainda que, por aqui, picnics e food truck party, são super cool, além de baratos.

 

E, já que o destino também é um famoso paraíso de compras, não posso deixar de mencionar que a fama ainda corresponde aos fatos. Particularmente, considero importante revisar sua lista de desejos antes de fazer as malas. Afinal, multiplicar por quatro e tanto faz qualquer item parecer assim, dispensável! Contudo, você certamente encontrará uma série daqueles adoráveis incentivos: sale, special price, by one get one, tradicionais nos shoppings e outlets das redondezas. Ah, não esqueça de imprimir aqueles bons e velhos cupons de descontos. Eles garantem um regateio extra!

 

Aproveite as dicas, faça um ajuste fiscal no seu próprio orçamento, só não deixe de viajar, porque, sem dúvida, viagens são os melhores investimentos!

 

Para promoções de passagens, acesse:

http://www.melhoresdestinos.com.br

http://www.passagensimperdiveis.com.br

 

Websites de leilão de hospedagem:

https://www.priceline.com (para ofertar lances, utilize o campo For Deeper Discounts Name Your Ouw Price)

https://www.hotwire.com

 

Locação de imóveis para temporada:

http://www.aluguetemporada.com.br

https://www.airbnb.com.br

 

 

 

 

 

 

comentar

últimos comentarios
Que ótimas dicas! Divertidas em tom e profundas em abrangência, são perfeitas pra quem está planejando uma visita a Tio Sam. A explicação sobre hierarquia de vantagens das formas de aquisição do dólar (espécie, traveler cheque ou cartão de débito/crédito) foi o que me chamou mais atenção primeiro, e

Por: Sara Santedicola Ribeiro

De: Salvador Data e hora: 27/09/2015 - 19:59:20