Quinta-Feira | 13 de Agosto de 2015 | 15h10

Convite

Havia sol e éramos novos parte do projeto DR - Diário da República, iniciado em 2010, ano em que Portugal celebrou o centenário da proclamação da República. DR contribui para a construção de uma memória coletiva sobre o período entre 2010-2020 em Portugal. Ao longo desta década, de dois em dois anos, os fotógrafos do extinto coletivo de fotografia [kameraphoto], entre eles, Jordi Burch, documentam extensivamente os acontecimentos ocorridos em Portugal. No contexto da Sala Fernando Pessoa, no Consulado de Portugal em São Paulo, será exibido um recorte do registro de Jordi, português que há quase 10 anos mora em São Paulo. Em um retrato extremamente pessoal e íntimo, o artista fotografa os locais que o marcaram e as pessoas que, quando morava em Portugal, viviam ao seu redor. No espaço expositivo estão 16 fotografias e quatro textos que narram as sensações ao serem fotografados daqueles que o artista registra.

 
 

Ficha técnica da exposição:

Consulado Geral de Portugal em São Paulo

Cônsul Geral, Paulo Lourenço

 

havia sol e éramos novos 

 

fotografias, Jordi Burch

textos, Ana Sofia Fonseca, Jorge Araújo, Martim Ramos e Ricardo Rodrigues

curadoria, Isabella Lenzi

edição e desenho, Beatriz Matuck

 

local, Sala Fernando Pessoa – Consulado Geral de Portugal em São Paulo

Rua Canadá 324, Jardim América

 

de 20 de Junho a 23 de Agosto de 2015

segunda a sexta, das 12h às 17h

fechado aos sábados e domingos - com exceção dos dias 22 e 23 de agosto

em que estará aberto das 12h às 17h

entrada gratuita

 

 

Sobre o artista:

Jordi Burch nasceu em Barcelona, viveu em Lisboa desde os cinco anos de idade, onde estudou fotografia no Ar.Co. Atualmente vive em São Paulo, no Brasil.?Tem trabalho publicado em várias revistas com destaque para Grande Reportagem, Jornal Público, Expresso, Revista Visão, National Geographic, Courrier International, Playboy Russa, Mag!, Santa Art Magazine, Egoísta, Revista Trip, TPM e Folha de São Paulo.?Expôs no México - Casa da Espanha, Miami - Freedom Tower Art Show, Berlin - New Life Berlin, São Paulo - Nara Roesler e Galeria Olido, Luanda - Centro Cultural de Luanda, Lisboa - Casa Fernando Pessoa, Braga - Encontros Da Imagem, entre outras. Ministrou workshops na Universidade da Beira interior - Portugal, USP - São Paulo, centro cultural POP - Rio de Janeiro, e no festival Paraty em Foco - Paraty. É membro da [Kameraphoto] desde 2007.

 

Sobre o livro:

O fotolivro havia sol e éramos novos mescla fotografias de Jordi Burch e textos enviados pelos fotografados e complementa o conteúdo da exposição em cartaz no Consulado Geral de Portugal em São Paulo. 

O projeto do livro parte da discussão da diáspora para investigar questões como desconforto, ruptura, vazio e deslocamento.

 

Ficha técnica do livro

Título: "Havia Sol e Éramos novos"

fotografias: Jordi Burch

Textos: Ana Sofia Fonseca, Guillaume Pazat,

Jorge Araújo, Martim Ramos e Ricardo Rodrigues 

edição: Beatriz Matuck, Isabella Lenzi e Jordi Burch

projeto gráfico: Beatriz Matuck

tiragem limitada e assinada

1ª edição: 20 exemplares

Preço de venda da primeira edição: 150 reais

 

Serviço:

Conversa com o artista português Jordi Burch, com participação de Beatriz Matuck e Isabella Lenzi

+ pré lançamento do livro havia sol e éramos novos 

Quando:

Sábado, 15 de agosto, às 15h.

Onde:

Consulado Geral de Portugal em São Paulo

Rua Canadá 324

Jardim América

São Paulo

 

Seguem em anexo fotos presentes na exposição.

Qualquer questão, por favor me escreva.

 

Grande abraço

 

Isabella Lenzi

Consultora Cultural

Consulado Geral de Portugal

São Paulo

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.