Segunda-Feira | 27 de Julho de 2015 | 14h3

SOBRE REBELDIA, AMOR E COMIDA

A princípio o Mauro e a Tati haviam pedido pra eu falar de comida pois como estou morando em outro país teria várias curiosidades para contar.  Mas como amo comer e já que amar e comer fazem parte do meu dia a dia, pensei em falar da minha relação emocional com a comida.

Moro na China, país muito próximo do Brasil e da Itália (origem de minha família) no quesito comida. Prover comida é a maneira pela qual demonstramos carinho, e comer bem é assegurar a felicidade.

Os 3 países são idênticos nesse ponto, e a comida é minha mais forte relação emocional desde que cheguei aqui.

Estes dias fiz bistequinhas de porco com um maravilhoso purê pedaçudo de maça e pimenta, acompanhadas de batatas assadas com iogurte azedo. Ficou divino, e obvio que vou contar os truques.

Porém o fator importante é porque tive a voracidade e o prazer inenarrável de comer essa carne de porco deliciosamente suculenta e temperada com sal e pimenta do reino… O motivo: o Islamismo.

Calma já explico melhor. Estou apaixonada por um cara paquistanês, muçulmano (isso é redundante acho), 9 anos mais novo, único filho homem e portanto herdeiro do legado da família.

Esses fatores implicam que por mais que ele seja amoroso, carinhoso, gentleman jamais poderemos ser qualquer item um do outro.

E na rebeldia do meu corpo contra meu sentimento o que mais ilegal, imoral e rebelde do que comer carne de porco durante oRamadan? Sim, meu corpo queria me lembrar das impossibilidades dos meus sentimentos e para isso misturou muito açúcar, pimenta, limão siciliano e afeto para criar a receita transgressora da semana.

Vamos lá:

Ingredientes (para duas pessoas)

400grs de bisteca de porco cortada em bife

Sal e pimenta do reino

Manteiga

1 limão siciliano

4 maças médias cortadas em cubo

Suco de um limão Taiti

3 a 4 batatas médias

Azeite

2 colheres de iogurte grego sem sabor

Raspas de limão Taiti

DSC_0904 (Copy)

Mistura de sabores e texturas.

Preparo

Batatas

A maneira mais simples de fazer é utilizando o microondas. Lave-as bem e com um garfo perfure elas por todos os lados.

Cubra o prato giratório do microondas com duas camadas de papel toalha, coloque as batatas e deixe 2 minutos na potência alta. Vire as batatas, colocando a superfície que estava em contato com o papel toalha virada para cima (se preciso troque todo o papel toalha). Deixe mais 3 minutos na mesma potência.

Cheque se já estão bem cozidas, com uma luva térmica, aperte cada batata, elas precisam estar bem macias. Eventualmente elas precisarão de mais alguns minutinhos.

Retire do microondas, com cuidado para não queimar os dedos, tire a casca (é muito fácil descascar enquanto ainda estiverem quentes).

Numa tábua, corte as batatas em rodelas, tempere com sal, margarina (ou manteiga), e tomilho. Deixe no microondas, aproveitando o calorzinho enquanto você prepara o resto.

Quando for servir, adicione uma colherada em cada prato de iogurte grego, raspas de limão taiti, e coloque as batatas por cima.

Bistequinhas

Recomendo colocá-las em água com cubos de gelo antes de temperar. Isso amacia a carne e parece ficar menos gordurosa.

Depois de uns minutinhos, retire da água e tempere com sal, pimenta do reino, limão siciliano e manteiga, desta maneira não precisará usar óleo para cozinhar. Mas use panela antiaderente (aliás use antiaderente sempre, é muito mais prático).

Muito simples, frigideira no fogo médio, bistequinhas na frigideira. Deixe elas se acomodarem ao calor… pense que são carne como a gente, precisam se adaptar.

Cheque de tempos em tempos, e vire umas, duas ou três vezes, até elas ficarem com as pontinhas douradas. Reserve.

Purê de maça

O purê pedacudo de maça com pimenta é simplesmente um must e bem fácil de fazer.

Corte as maças em cubos, você decide o tamanho, pode ser pequeno ou médio, vai do gosto de cada um, eu gosto de pedaços médios.

Salpique com suco de limão para não ficarem pretas.

Salteie na frigideira com margarina (eu prefiro manteiga mas por enquanto não posso usar porcausa do colesterol alto, mas se não tiver esta restrição vá de manteiga que é mais saboroso!)

Quando as maças estiverem murchinhas, coloque um dedo de água, uma pitada de sal, açúcar e deixe lá em fogo médio.

Não tenha receio de ser audaz. Apesar do amor vagabundo e descarado, a gente sempre precisa provar as coisas na vida. Por isso prove sua comida. Vá observando o ponto da maçã, que tem que ficar molinha.

Quando a água secar, adicione mais açúcar, e um pouco de pimenta tabasco. Eu sempre ponho mais um pouco de água, porque não gosto de caramelizar muito o purê.

Experimente e decida seu gosto. VOILA!! Purê lindo, picante e diferente!

IMG_20150708_220932_HDR (Copy)

Bistecas com purê de maça e batatas, minha deliciosa revolta.

Além da receita minha dica mor: ouça seu corpo e aceite sua rebeldia. Viver e amar ficarão mais saboroso assim.

Complete o deleito com uma taça de um belo Riesling alemão ou alsaciano.

Jana

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.